• Diretora Técnica Diretora Técnica 

Recursos Humanos

Nos dias de hoje cada vez mais as IPSS adotam uma administração participativa enquanto filosofia ou política de administração de pessoas, que valoriza a capacidade da equipa de tomar decisões e resolver problemas, aprimorando a satisfação e a motivação no trabalho, contribuindo para o melhor desempenho e para a competitividade das organizações. Nas organizações que adotam este modelo predominam a liderança, a disciplina e a autonomia. As pessoas são responsáveis por seu próprio comportamento e desempenho

Atendendo a estes novos modelos de administração ou gestão participativa, confirmamos que  o grande diferencial das organizações corresponde ao seu potencial humano. Neste sentido é fundamental que as instituições procurem manter níveis de satisfação elevados entre as pessoas a fim de obter o efetivo comprometimento destas com os objetivos organizacionais.

O clima de uma organização é considerado favorável quando melhora o moral interno satisfazendo as necessidades pessoais dos seus colaboradores e proporcionando um sentimento de bem-estar no ambiente de trabalho. 

Um dos mais complexos desafios da atualidade é o poder da comunicação, o sucesso e a eficiência na gestão das instituições. Diante destes desafios, diversas estratégias são utilizadas para motivar e direcionar os colaboradores para um objetivo comum, reduzindo entraves para os resultados a curto, médio e longo prazo seja alcançado.

Com este objetivo, um dos maiores desafios das pessoas que lideram as Instituições, como o CPA, é entender e conseguir lidar com as características dos colaboradores e ter uma equipa motivada, empenhada, produtiva e satisfeita.

O termo colaborador (usado em substituição de funcionário), é geralmente utilizado para designar todas as pessoas que colaboram com uma organização através da oferta de trabalho (pode incluir não apenas as pessoas que fazem parte do quadro de trabalhadores) e pretende incluir todos nas metas a atingir para atingir os fins e fazer com que todos tenham este sentimento de pertença, de identidade, e “vistam a camisola”.

Uma equipa não é um grupo de pessoas que trababalham juntas... uma equipa é um grupo de pessoas que confiam umas nas outras!

Com este espirito de equipa, que se quer a colaborar com este sentimento de bem-estar comum, o CPA tem ao seu serviço o seguinte potencial humano:

  • Corpos sociais (9)
  • Direcção Técnica
  • Médica
  • Enfermeiro (4)
  • Psicólogo social
  • Animador Sócio – Cultural
  • Fisioterapeuta
  • Administrativo
  • Motorista
  • Técnico oficial de contas
  • Ajudantes de ação direta - ERPI (18)
  • Auxiliares de ERPI (10)
  • Auxiliares serviços gerais (10)
  • Ajudantes de ação direta - SAD (5)
  • Cozinheira (3)
  • Ajudante de Cozinha (6)
  • Auxiliar de cozinha (8)
  • Lavadeiras (5)
  • Educador de infância (5)
  • Ajudante de ação educativa (6)
  • Auxiliares de educação (5)
  • Estagiários (Profissionais e Curriculares)
  • Voluntário